13 Comentários

  1. O marido, em minha defesa:

    Na segunda pausa, eu dormi porque a Dra. Ana disse que era para nós dois descansarmos e tentarmos dormir por 1 hora, então dormi. 😀

    Sobre as pilhas… Bem foi falha minha mesmo ‘O.O já pedi mil desculpas

    Sobre ir para o meu trabalho, foi o carro ele anda sozinho… Fora brincadeiras, pra quem conhece Goiânia, era para eu sair da praça cívica e entrar na Av. 083 só que por costume eu peguei a Rua 10… *olha o mapa https://goo.gl/maps/JXQVvUCpUrF2

    Sobre não parar o carro quando ela pediu… Eu estava em um cruzamento Av. T9 com Mutirão não dava, do tipo não dava mesmo.

    Linda postagem e eu quero contar essa história de novo do meu ponto de vista! 😀

    Te amo sua linda!

  2. Celio Rabelo

    Acredito que a falta de conhecimento por parte das futuras mamães, junto com o medo das “dores do parto”, são as maiores influências para que as futuras mamães optem pelo parto por cesariana. Até existem campanhas de incentivo ao parto normal, mas são tímidas e falam dos benefícios como: tempo de recuperação, menor risco de infecção, risco menor em relação a anestesia.
    Mas, me colocando no lugar das grávidas, eu teria medo mesmo era da DOR, e este fator deveria ser mais trabalhado nas campanhas sobre este tema.
    É a minha opinião. 🙂

  3. Daia

    Lindo relato! kkk Não sei porque acho que meu marido também vai errar o caminho, ele è super mega desligado kkk Cada instante do parto è único, estou de 31 semanas, ansiosíssima pelo parto normal apos uma cesárea… Realmente o medo maior è o da dor, mais já estou começando a entender que ela è minha amiga e espero na hora pensar assim também rs Deus abençoe muito vocês! Sua bebê è linda <3

  4. Oi, Katarina!

    Bem intenso o seu parto! Eu pensei que a analgesia ficava o tempo todo no corpo da mãe. Bem diferente dos outros relatos de parto com analgesia que eu já tinha lido. Vou pensar muito ainda sobre o assunto! Tenho bastante tempo ainda!

    Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *